Flores e Frutas

Minhas aventuras à máquina de costura

Patê de atum fevereiro 1, 2011

Arquivado em: cozinha — Renata Gama @ 11:38 pm

Meu pai se separou pela segunda vez. Há duas semanas segue sozinho. De tudo, o que mais me preocupa nesta fase é a sua alimentação. Ele sempre foi o tipo dependente, acostumado com tudo pronto na mão – acho até que o medo de ter que se virar sozinho nos afazeres de casa adiou por alguns anos essa decisão. Mas agora é hora de ele aprender. Aos 71 anos, é hora de aprender a cuidar sozinho de si. Sabe, eu me preocupo.

Na primeira semana, ele passou uns dias comigo e o problema foi temporariamente resolvido nos restaurantes a quilo. Mas concluí: preciso ensiná-lo a cozinhar. Peraí. Mas eu também não sei! E tudo o que consegui, como medida de urgência, foi mostrá-lo como fazer um patê de atum. Ele ficou maravilhado ao saber que é só abrir a lata, amassar e misturar tudo com três colheres de maionese. Mas não basta, preciso aprender junto com ele para ensiná-lo.

Para começar, estou pensando no que posso fazer com uma porção de carne moída, de um jeito que o prato não se repita todos os dias, para não desperdiçar e nem enjoar. Acho que não deve ser tão difícil assim…

 

De volta abril 9, 2010

Arquivado em: miscelaneous — Renata Gama @ 7:37 pm

Parei por um tempo de postar, mas não de costurar e nem de ter ideias.
Os últimos pontos que fiz foram na carreira. Estou mudando de emprego.
Até por isso deixei este blog um pouco parado.
Mas agora volto com tudo. Comprei materiais, tecidos, e em breve sai minha minicoleção de inverno. Aguardem.

 

Deu crepe fevereiro 26, 2010

Arquivado em: miscelaneous — Renata Gama @ 11:17 am

Com o perdão do trocadilho infame (não pude evitar), crepe não se trata do tecido, mas do que aconteceu com minha coluna esta semana. É isso que justifica o meu sumiço do blog. Fiquei afastada do trabalho repousando, e por prudência tb me afastei do hobby q exige q eu fique sentada numa posição não muito favorável tanto à máquina como ao computador. Volto hoje à labuta. Mas ainda estou a base de remédios para dor.

Pelo raio-x, parece q é algum problema em um dos discos da minha lombar. Hérnia? Não sei. Fiz ressonância ontem, vamos ver o que dá. Mas vamos torcer pra q não seja nada grave.

 

Moda, uma criação coletiva fevereiro 16, 2010

Arquivado em: moda — Renata Gama @ 11:15 pm

Algo cativante na moda é que se trata de uma criação coletiva. Aquele look bacana que quando você veste todos elogiam não é mérito apenas da marca ou do estilista que assina. Essa criação também é mérito seu. Foi você quem cuidadosamente escolheu cada peça, cada acessório que combinou, dando vida à produção. E assim, a moda faz a gente sentir que é de certa forma também dono da obra, desde o momento em que a gente se apaixona por algo na vitrine, até quando compra e finalmente decide usar. Montar um look que funcione requer muitas vezes inspiração, sensibilidade, senso estético. Com isso, aquela peça básica pode brilhar. Sem isso, até a fina obra de um estilista pode ficar apagada.

Um dos exemplos mais claros disso que acabo de dizer é o que a indiana Sheena Matheiken tem feito no Uniform Project. Muitas de vocês talvez já conhecem a proposta do site, supercriativa, que aliás inspirou o quadro “5 meninas e 1 vestido”, do Fantástico.

A ideia de Sheena é vestir por 365 dias o mesmo vestidinho preto básico (com uma abertura na frente e uma prega atrás, ou vice-versa) produzindo sempre looks diferentes. O projeto rola desde maio do ano passado e, portanto, já está perto de terminar. De lá para cá, ela conseguiu criar uma coleção de visuais completamente diversos só variando nos complementos. É uma ideia – uma criação – impressionante e inspiradora.

 

Check up dos 30 fevereiro 14, 2010

Arquivado em: máquina de costura — Renata Gama @ 3:00 pm

Ela é uma balzaquiana bem-conservada, mas uma hora algum defeito aparece. Depois de quebrar ruidosamente uma agulha, notei que a carretilha não estava mais rodando. E assim lá se foi a minha máquina passar pelo seu primeiro check up na vida.

Levei à Feira das Máquinas, uma loja autorizada da Singer na Lapa (R. Belchior Carneiro, 33. Tel.: 3611-6062/6634). Pelo primeiro diagnóstico, uns dentinhos de uma das engrenagens lascaram quando eu tentei costurar uma parte mais grossa do tecido. Devo buscá-la só na quarta-feira da outra semana, no dia da minha aula. Tomara que já esteja inteirona de novo.

Aproveitei a visita para tirar fotos das raridades q tinham por lá.

 

E lá vamos nós fevereiro 12, 2010

Arquivado em: camisas — Renata Gama @ 9:34 am

Decidi qual será a primeira experiência que farei com os tecidos que comprei: uma camisa. A estampa: guarda-sóis.

Resolvi fazer um modelo da minha cabeça mesmo, não reparem no desenho tosco.

Como deve ter dado para notar, o comprimento da camisa vai ser um pouco abaixo da linha do quadril. O corte já foi feito. Mas, por motivos técnicos que serão contados no próximo post, só vou poder continuar a experiência depois do carnaval. :(

 

Moda do Século fevereiro 10, 2010

Arquivado em: moda,referências — Renata Gama @ 10:48 pm


A dedicação a esse meu novo hobby, costurar, despertou também em mim um interesse por pesquisar sobre moda. Mas notei que a bibliografia sobre o tema, ou mesmo as referências pela net, são bem restritas. Há muitos blogs por aí mas, em geral, pelo que vi, eles se preocupam mais em exibir imagens de desfiles e falar de celebridades e marcas, sem procurar decifrar o que inspirou as coleções. (** UPDATE ** O Fashion Bubbles é uma raridade na rede. É *O* blog q eu estava procurando)

Fui à rua. Foram duas tardes do fim de semana passado atrás disso: a de sábado na Fnac de Pinheiros (que tinha quase nada sobre o tema) e a de domingo na Livraria Cultura do shopping Bourbon (essa sim, com parteleiras mais bem servidas).

Achei coisas muito interessantes, como o livro “Moda do Século”, que acabei trazendo para casa. O autor, François Baudot, foi colaborador da revista Elle, e conta como a moda ajudou a transformar ou a traduzir os comportamentos de época – sempre dentro de um contexto histórico. O livro também descreve as obras dos gênios que ajudaram a revolucionar esse mercado e traz muitas fotos (*superimportante). Era o que eu procurava.

Mas dentre os raros títulos sobre o tema que descobri em português também me pareceu interessante “A roupa e a Moda”, de James Laver. Esse livro conta a história das vestimentas desde os primórdios e tem ilustrações bem legais. Só não comprei porque o livro só vai até a década de 40.

Um bem fininho, o “Breve história da moda”, de Denise Pollini, parece ser um resumo bem eficiente. Acho que vale a pena para quem quer ter uma visão geral, prática e rápida sobre a moda.Up

 

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.